Conexão Direta
com a Notícia
Bataguassu, 21 de Maio de 2019
 
13/03/2019 - 09h01
MPT investiga "sérias irregularidades" detectadas em barragens da Vetorial
Redação
Campo Grande News

Infiltração, falta de alarme e de plano de emergência nas duas barragens da Vetorial Mineração, instaladas em Corumbá, levaram o Ministério Público do Trabalho a abrir investigação nesta terça-feira (12). Segundo o MPT, as últimas vistorias realizadas no local evidenciaram riscos à vida de funcionários e de cerca de 30 pessoas que vivem em 12 residências na região.

Na avaliação do órgão, são “sérias” as irregularidades detectadas durante a fiscalização, o que compromete a estabilidade da estrutura e exige “solução com urgência”.

A inspeção ocorreu no dia 30 de janeiro, coordenada pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) com apoio do Ministério Público Federal, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil do Estado, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, Prefeitura de Corumbá, Defesa Civil de Corumbá, da Polícia Militar Ambiental e da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Corumbá.

“As principais preocupações relacionam-se à percolação – movimento descendente da água no interior do solo, alimentado por infiltração – na Mina Lais (Barragem Sul), à correção de dreno e à precária cobertura vegetal dos taludes – lateral em contato com os rejeitos de minério de ferro represados – da Mina Monjolinho (Barragem 6)”, detalha o MPT em nota.

Os peritos também relataram a falta de estratégias fundamentais em caso de risco de rompimento, como alarme com acionamento automático e iluminação de alerta.

Outros pontos que causam preocupação são a “inexistência de Plano de Ação de Emergência e de estudos sismológicos regionais”, avaliados como o mínimo necessário para se garantir a segurança.

Só em Corumbá, a Vetorial produz produção de 370 mil toneladas de ferro gusa por ano. “A Mina Lais, o maior dentre os dois depósitos de rejeitos de minério de ferro, tem capacidade de 800 mil metros cúbicos e está em ampliação”, alerta o MPT.

A Vetorial terá 20 dias para se manifestar a respeito do laudo e apresentar ações e cronograma para adequação e solução das irregularidades.

publicidade
 
 
publicidade
 
 
 
 
 
DaHoraBataguassu.com.br
Bataguassu - MS
Telefone: (67) 8135-1068 ou 9637-9190
E-mail: [email protected]
© 2012 - 2014 - Todos os Direitos Reservados
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design
(67) 9979-5354