Conexão Direta
com a Notícia
Bataguassu, 19 de Fevereiro de 2018
 
14/02/2018 - 16h02
Conheça os 3 problemas mais comuns entre homens e mulheres quando o assunto é sexo
Daiana Barasa
Assessoria de Imprensa

Problemas com a sexualidade podem afetar diretamente a qualidade de vida de homens e mulheres. Não se trata apenas de satisfação de desejo momentâneo, o sexo é um mecanismo que proporciona sensação de bem-estar ao corpo, mente e também está associado à saúde emocional.

Porém, muitas pessoas podem apresentar problemas com a sexualidade de diferentes origens: orgânicas, psicológicas ou mistas.

Os problemas de saúde físicos podem estar diretamente ligados ao uso de medicamentos, vícios como o tabagismo ou problemas de saúde.

Os problemas relacionados a fatores psicológicos podem ter ligação com problemas afetivos, falta de experiência sexual, problemas com o conhecimento do corpo, traumas sexuais e até mesmo podem estar ligados a fatores sócio-econômicos e profissionais.

Quais os problemas sexuais mais comuns entre homens e mulheres?

Os 3 mais recorrentes entre o público feminino

1. Perturbação do orgasmo – Problema comum entre a maioria das mulheres, este mal está ligado à dificuldade ou incapacidade de atingir o orgasmo mesmo após excitação sexual. Problemas neurológicos, alterações hormonais, uso de medicamentos e vícios, também podem ter relação com este problema.

2. Vaginismo – Este problema resumidamente se refere à contração involuntária da vagina. Este mal também pode estar ligado a fatores psicológicos e emocionais. Traumas em relações sexuais são a principal causa psicológica deste problema.

3. Dispareunia – Trata-se da dor persistente na região vaginal ou pélvica no momento da relação sexual. Geralmente, as mulheres apresentam maior incidência de dor durante o coito, mas também pode ocorrer antes ou depois do ato sexual.

Os 3 problemas mais recorrentes entre o público masculino

1. Disfunção erétil – Muitos homens apresentam este problema e diferente do que muitas pessoas pensam, não está ligado principalmente à idade, já que homens na faixa dos 20 anos costumam apresentar o problema. Resumidamente, a disfunção erétil está ligada à dificuldade que os homens encontram para manter a ereção. Também pode ser de causas orgânicas, psicológicas ou envolver os dois fatores.

2. Perturbação de desejo sexual hipoativo – Está ligado ao problema que envolve o desejo sexual, trata-se da ausência de desejo em que o homem precisa recorrer continuamente a fantasias sexuais. Este problema pode estar ligado a outras disfunções sexuais (no homem ou parceira(o)), pode ter relação com distanciamento emocional entre o casal e até a problemas de ordem emocional como depressão ou ansiedade.

3. Ejaculação precoce – Basicamente é a dificuldade no controle da ejaculação, que pode acontecer no momento da penetração ou logo após. Costuma estar muito mais ligado a fatores psicológicos como ansiedade e estresse.

Como a psicologia pode atuar diretamente no tratamento de problemas sexuais em homens e mulheres?

Depois do contato com um especialista para tentar desvendar se a causa do problema é de origem orgânica ou não, costuma ser indicada a psicoterapia no tratamento do problema.

Situações que envolvam traumas, vida agitada e estressante, conflitos nas relações sociais, entre outras, podem afetar a vida sexual de homens e mulheres, e um profissional que compreenda dos distúrbios poderá trabalhar essas diferentes questões e devolver à pessoa, a autonomia sobre si, sobre a mente e consequentemente, uma vida sexual mais saudável e plena.

O portal especialista em produtos naturais, Online Farma, esclarece que em um primeiro momento, o ideal é que ocorra a quebra de estereótipos em torno do sexo, como tabu ou assunto proibido que gera vergonha e, apenas profissionais ligados à Psicologia poderão auxiliar neste processo.

Nos casos que envolvem problemas físicos, recursos naturais com poder afrodisíaco costumam ser indicados, como é o caso da planta Tribulus Terrestris, que aumenta o desejo sexual entre o público masculino e feminino.

O ideal é que o homem ou mulher não espere tempo para buscar a ajuda de um especialista, quanto antes o tratamento for procurado, mais cedo o problema poderá ser resolvido.

publicidade
 
 
publicidade
 
 
 
 
 
DaHoraBataguassu.com.br
Bataguassu - MS
Telefone: (67) 8135-1068 ou 9637-9190
E-mail: contato@dahorabataguassu.com.br
© 2012 - 2014 - Todos os Direitos Reservados
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design
(67) 9979-5354