Sábado, 28 de Maio de 2022
20°

Poucas nuvens

Bataguassu - MS

Nova Andradina Região

Adolescente ''muito louco'' não se lembra de ter matado vítima em Nova Andradina

Menor infrator chegou a invadir uma residência vizinha no dia do crime;

13/05/2022 às 08h19
Por: Tiago Apolinário Fonte: Jornal da Nova
Compartilhe:
Imagens: Jornal da Nova
Imagens: Jornal da Nova

O adolescente, de 15 anos, suspeito de assassinar Aldair Manoel de Souza, de 43 anos, no último dia (1º), em uma residência na rua Cristo Rei, na Vila Operária, em Nova Andradina, foi ouvido e liberado nesta quarta-feira (11), após ser identificado por investigadores da SIG (Seção de Investigações Gerais) da Delegacia de Polícia Civil. Ele não estava mais em situação de flagrante.

O Jornal da Nova apurou que no sábado (30), ele, juntamente com seus pais, veio para Nova Andradina, pois são moradores do distrito de Nova Casa Verde. Os pais foram embora e o adolescente ficou na residência de parentes na região da Vila Santo Antônio.

Ele contou que ficou “muito louco”, após ingerir muita bebida alcoólica e não se lembra de como chegou até a residência onde morava Aldair. Relatou ainda que se recorda que estava dormindo em um sofá e foi acordado por um rapaz que mora na casa.  

Calça jeans e tênis do suspeito utilizados no dia do crime – Foto: Jornal da Nova

Como o Jornal da Nova já havia noticiado anteriormente, ele invadiu a residência vizinha onde acordou os moradores, mas foi expulso e retornou para a casa onde a vítima foi morta. Mas na oitiva junto à equipe da SIG, as testemunhas disseram que ele estava de calça jeans e com um tênis na cor preta com detalhes na cor vermelha, tipo molas, o que foram apreendidos pelos investigadores.

A arma do crime, um canivete, o qual golpeou nove vezes a vítima na região do pescoço, ele disse que dispensou na fuga, mas não se lembra onde. Equipe da SIG chegou a realizar diligências por onde ele falou que passou, mas nada foi localizado.

 

O adolescente vai responder por ato infracional análogo ao crime de homicídio e o Inquérito Policial será finalizado no prazo legal e encaminhado ao Poder Judiciário e ao Ministério Público Estadual.

Trajeto que o adolescente fez quando invadiu a residência vizinha - Foto: Jornal da Nova

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias