Sábado, 15 de Junho de 2024
17°C 34°C
Bataguassu, MS
Publicidade

Homem que tentou matar ex-mulher esfaqueada pediu ajuda de amigo para fugir com carro após o crime

Vítima foi esfaqueada pelo menos 4 vezes e socorrida em estado grave para o hospital nesta sgeunda-feira (10)

10/06/2024 às 16h00 Atualizada em 10/06/2024 às 16h03
Por: Alisson Gabriel Fonte: Jornal Midiamax
Compartilhe:
Foto: Nathalia Alcântara
Foto: Nathalia Alcântara

O homem, de 37 anos, que tentou matar a ex-mulher esfaqueada, pediu ajuda de um amigo para fugir com o carro usado no crime – um GM Strada branco – no Jardim das Cerejeiras, em Campo Grande, na manhã desta segunda-feira (10). A vítima, de 32 anos, foi esfaqueada pelo menos 4 vezes e socorrida em estado grave para um hospital. 

A tentativa de feminicídio aconteceu enquanto a mulher saía de um condomínio para ir trabalhar. Ela havia deixado a filha com sua mãe e, ao sair pelo portão, foi surpreendida pelo ex-companheiro, que estava a pé e com um capuz na cabeça e lhe atingiu com pelo menos quatro golpes de faca.

Alguns vizinhos presenciaram a cena e tentaram impedir a fuga do homem, contudo, ele conseguiu correr a pé, abandonando o carro que havia deixado algumas quadras antes do condomínio para tentar matar a vítima a facadas.

Durante buscas, a PM (Polícia Militar) encontrou o carro usado pelo homem com as chaves escondidas no amortecedor da roda dianteira e foi informada que o criminoso entrou em contato com um amigo de trabalho e pediu que outra pessoa buscasse o veículo.

O veículo estava estacionado na rua onde ocorreu o crime, pois ele morava na mesma rua em que a ex-mulher estava. Diante dos fatos, o carro ficou sob a responsabilidade do amigo.

O caso foi registrado como feminicídio, violência doméstica e familiar, na forma tentada e está sendo investigado pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Tentativa de feminicídio
Imagens de câmera de segurança flagraram a mulher sendo esfaqueada pelo ex-marido na manhã desta segunda (10). No vídeo, é possível visualizar que o portão eletrônico do residencial é aberto, em seguida um veículo sai da garagem e logo a mulher vai até o portão, onde ela estaria aguardando a chegada de um carro de aplicativo para ir trabalhar.

Assim que a mulher chega no portão, o suspeito invade a garagem e começa a agredir a vítima com uma faca. Após realizar os golpes, o homem foge correndo e testemunhas vão até a vítima socorrê-la.

Uma testemunha afirmou que o filho de sete anos do casal teria presenciado o crime. “Chegou correndo de pijaminha e viu tudo. Foi lamentável”, disse.

Moradores ajudaram a socorrer a mulher, levada inicialmente para uma UPA. Porém, devido à gravidade acabou sendo encaminhada para uma unidade hospitalar especializada. Ela está com suspeita de pulmão perfurado e o estado de saúde é grave.

Vítima denunciou ex-marido há duas semanas por injúria
Informações apuradas pelo Jornal Midiamax são de que a vítima e o autor mantiveram um relacionamento por nove anos e estavam separados há quase três meses.

A mulher havia registrado boletim de ocorrência contra ele há cerca de duas semanas, no último dia 28 de maio. Na ocasião, o autor teria a chamado de “vagabunda”.

O caso foi registrado como dano, no âmbito da violência doméstica, na Deam.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias