Sábado, 15 de Junho de 2024
17°C 34°C
Bataguassu, MS
Publicidade

Ex que tentou matar mulher esfaqueada se escondeu em casa abandonada após crime em Campo Grande

O celular do homem foi encontrado em meio a um matagal e apreendido

11/06/2024 às 12h56
Por: Alisson Gabriel Fonte: Jornal Midiamax
Compartilhe:
Nathalia Alcântara, Jornal Midiamax
Nathalia Alcântara, Jornal Midiamax

O ex-marido que tentou matar a facadas a mulher, nesta segunda-feira (10), na saída de um condomínio, no bairro Jardim das Cerejeiras, em Campo Grande, teria se escondido em uma casa abandonada, na mesma região, logo após o crime. Ele foi reconhecido por populares que acionaram a polícia.

A polícia foi acionada por uma testemunha por volta das 13h40, que disse que viu o homem em uma casa abandonada e que estava mexendo em um matagal perto, sendo que ao ser questionado o que estava fazendo disse que procurava pelo seu celular.

Mas, ele acabou sendo reconhecido pelas imagens divulgadas pelas câmeras de segurança. Ao perceber que havia sido reconhecido, ele fugiu. Quando os policiais entraram na casa abandonada, encontraram dois pedaços de calças jeans e uma garrafa com gelo.

De acordo com informações, o homem havia pedido gelo para um morador vizinho antes de ser descoberto. O celular do autor foi encontrado pelos policiais e entregue na delegacia.

Tentativa de feminicídio
Imagens de câmera de segurança flagraram a mulher sendo esfaqueada pelo ex-marido nesta segunda (10). No vídeo, é possível visualizar que o portão eletrônico do residencial é aberto, em seguida um veículo sai da garagem e logo a mulher vai até o portão, onde ela estaria aguardando a chegada de um carro de aplicativo para ir trabalhar.

Assim que a mulher chega no portão, o suspeito invade a garagem e começa a agredir a vítima com uma faca. Após realizar os golpes, o homem foge correndo e testemunhas vão até a vítima socorrê-la.

Uma testemunha afirmou que o filho de sete anos do casal teria presenciado o crime. “Chegou correndo de pijaminha e viu tudo. Foi lamentável”, disse. Moradores ajudaram a socorrer a mulher, levada inicialmente para uma UPA. Porém, devido à gravidade acabou sendo encaminhada para uma unidade hospitalar especializada. Ela está com suspeita de pulmão perfurado e o estado de saúde é grave.

Vítima denunciou ex-marido duas semanas antes 
Informações apuradas pelo Jornal Midiamax são de que a vítima e o autor mantiveram um relacionamento por nove anos e estavam separados há quase três meses. A mulher havia registrado boletim de ocorrência contra ele há cerca de duas semanas, no último dia 28 de maio. Na ocasião, o autor teria a chamado de “vagabunda”.

O caso foi registrado como dano, no âmbito da violência doméstica, na Deam.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias